• Instagram

  • Facebook

  • YouTube

  • WhatsApp

  • Podcast

  • Localização

  • Telefones

    + 55 85 3032.2020 . (85) 99820.6252

    • Português
    • English
  • Dedicação exclusiva ao transplante capilar.
    Pioneiro em megasessões de fue no brasil.
    Referência mundial em calvícies avançadas e secundárias.

    Dr. Márcio Crisóstomo

    Cirurgia

    O Centro cirúrgico

    Sala cirúrgica

    A cirurgia é realizada no centro cirúrgico no próprio Instituto Crisóstomo, com toda a segurança necessária a um ato cirúrgico. Uma sala de cirurgia foi especialmente preparada para esta cirurgia, com mesas apropriadas para o preparo de unidades foliculares sob magnificação e microscopia estereoscópica, e aparelhos de ergonomia e conforto para equipe e paciente.

    A anestesia

    O anestesista visita o paciente no apartamento antes da cirurgia onde é realizada uma breve anamnese pré-operatória e o paciente recebe um leve sedativo oral para ficar relaxado antes de ir ao centro cirúrgico.

    O procedimento será realizado sob anestesia local e sedação. Logo que entra na sala de cirurgia, já sob o efeito do sedativo oral, o paciente recebe uma sedação venosa bem leve, mas suficiente para mantê-lo dormindo durante todo o procedimento. Uma solução contendo anestésico local e uma substância para evitar sangramento durante a cirurgia é então aplicada nas áreas doadora e receptora. O paciente não sentirá esta aplicação, pois já estará dormindo.

    Anestesista e monitorização

    O anestesista acompanha todo o procedimento garantindo segurança e conforto para o paciente. O Dr. Márcio Crisóstomo tem uma equipe de três anestesistas com muita experiência neste procedimento e trabalha sempre com a mesma equipe, o que aumenta o nível de segurança do procedimento.

    A marcação

    Após a visita anestesia, o Dr. Márcio Crisóstomo faz a marcação da linha anterior e o preparo da área doadora.

    Marcação da linha anterior
    Área doadora (clássica)

    Área doadora Fios longos

    Esta marcação é conferida pelo paciente no espelho que pode opinar sobre a área a ser implantada.

    Logo após o paciente será encaminhado ao centro cirúrgico. O acompanhante não precisa aguardar no Instituto durante a cirurgia e terá um número de telefone para comunicar-se com o anestesista para ter informações sobre o andamento da cirurgia e o horário que deverá retornar.

    Paciente conferindo
    a marcação no espelho

    Equipe

    Esta cirurgia é fundamentalmente uma cirurgia de equipe. A maioria das cirurgias é realizada em equipe, mas o cirurgião faz praticamente todo o ato operatório, dependendo dele o êxito da operação. Nesta cirurgia em especial, além do cirurgião, a equipe é fundamental para um bom resultado. Na nossa equipe temos, além do Dr. Márcio Crisóstomo e do anestesista, mais duas médicas assistentes que auxiliam na colocação das unidades foliculares e mais seis técnicas cirúrgicas treinadas no preparo das unidades foliculares sob magnificação.

    Equipe nos microscópios

    A equipe do Instituto Crisóstomo foi treinada pessoalmente pelo Dr. Márcio Crisóstomo com base nos mais modernos princípios da cirurgia de restauração capilar e recebe atualização e treinamento constante, investimento com a aquisição de equipamentos, tecnologia e introdução de novas técnicas como o Preview Long Hair.

    O procedimento

    1. Retirada da área doadora:


    Após a anestesia local retiramos a área doadora previamente marcada na parte posterior e lateral do couro cabeludo.

    Área doadora

    Normalmente retiramos a área doadora em duas etapas. Primeiro uma metade que via sendo preparada enquanto a segunda metade permanece no couro cabeludo. Quando quase todos os fios da primeira metade estão implantados, retiramos a segunda metade. Essa tática diminui o tempo que os fios permanecem fora do couro cabeludo, aumentando assim a taxa de integração dos mesmos.

    2. Preparo das Unidades foliculares:

    Logo após a retirada, a faixa de couro cabeludo é entregue à equipe de técnicas cirúrgicas que inicia o preparo das unidades foliculares sob magnificação. As unidades preparadas são conservadas em uma solução apropriada, que foi inclusive tema da tese de mestrado em cirurgia realizada pelo Dr. Márcio Crisóstomo entre 2006 e 2008. O preparo e a conservação adequada das unidades foliculares é fundamental para o sucesso do transplante capilar.

    Visão no microscópio estereoscópico

    3. Conservação das unidades foliculares:

    A conservação adequada das unidades foliculares (UF) é fundamental para a sua sobrevivência no período em que estão fora do organismo e contribui para uma melhor pega dos enxertos. Soluções para conservação de UF foram estudadas pelo Dr. Márcio Crisóstomo em sua dissertação de Mestrado em Cirurgia pela UFC. As unidades devem permanecer hidratadas durante todo o procedimento, até o momento do implante.

    4. Fechamento da área doadora:

    Enquanto a equipe de técnicas faz o preparo das unidades foliculares, a incisão é fechada e os pontos serão cobertos pelos cabelos vizinhos. Já após a cirurgia não se percebe a incisão. Após alguns meses apenas uma discreta cicatriz ficará no local da retirada.

    5. Implante das unidades foliculares:

    Implante da unidade folicular

    Quando terminamos o fechamento da área doadora, já temos várias unidades foliculares preparadas e conservadas em solução apropriada. Iniciamos então o implante propriamente dito dessas unidades a partir da linha anterior que foi definida em conjunto com o paciente antes da cirurgia. Utilizamos usualmente a técnica do stick-and-place, onde o cirurgião principal faz a incisão e a assistente coloca gentilmente a unidade folicular nesta incisão.

    Outra forma de se implantar seria a realização prévia de vários orifícios e a posterior colocação nas unidades. Utilizamos esta técnica quando operamos um couro cabeludo com fibrose, geralmente resultante de cirurgias prévias.

    A incisão é feita com agulhas ou lâminas de microcirurgia com menos de um milímetro de espessura. Utilizamos um bisturi regulável que garante que a profundidade da incisão seja exatamente o comprimento da unidade folicular, evitando-se assim lesão de vasos sanguíneos do couro cabeludo. O bisturi é posicionado pelo cirurgião e controla a direção de crescimento dos fios, que deve ser similar ao crescimento dos cabelos da região implantada.

    Foto Incisões prévias
    Direcionamento dos fios conforme a área implantada

    Na parte anterior implantamos as unidades mais finas (chamadas por alguns de ultra-fines) para criar um degrade que garante a naturalidade do implante nesta região, onde é mais visível. Também procuramos colocar a maior densidade possível para obter volume.

    O implante continua simultaneamente ao preparo das unidades foliculares e dura em média 4 a 5 horas.

    O curativo

    Após o término do implante de todas as unidades foliculares que a área doadora forneceu, lavamos e secamos o cabelo do paciente e fazemos um curativo com gazes acolchoadas e crepon. Este curativo dá muito conforto e segurança ao pacientes. Em alguns casos, quando a área implantada está muito seca, sem nenhum sinal de sangramento liberamos o paciente sem curativo para casa, apenas com um boné cobrindo a área implantada.

    Alta hospitalar

    O paciente permanece no Instituto por algumas horas após a cirurgia até passar o efeito da sedação. A alta hospitalar é dada ao final deste período e o paciente pode ir dormir em casa no mesmo dia. No dia seguinte irá à clínica para lavar o cabelo e receber as orientações pós-operatórias.

    Agenda Científica

    2023/2024

    10º Annual Congress of Association…

    CIRURGIA DEMONSTRATIVA

    Indore – Índia

    Workshop da Associação Brasileira de…

    PALESTRANTE CONVIDADO

    São Paulo – Brasil

    23.º Encontro Internacional da Associação…

    PALESTRANTE CONVIDADO

    Rio de Janeiro – Brasil

    Graduação em Surgical Leadership pela…

    FORMATURA

    Boston – EUA

    27th World Congress of Hair…

    CIRURGIA DEMOSTRATIVA

    Bangkok – Tailândia

    VI Workshop Latinoamericano de FUE

    PALESTRANTE CONVIDADO

    Cancún – México

    Anos Anteriores
    Anos

    Anteriores

    saiba mais

    Publicações Científicas

    Muito do trabalho de um médico pode ser avaliado pelas novas ideias e contribuições deste à sua especialidade.

    Estas contribuições se traduzem em publicações em revistas científicas especializadas e livros que levam o conhecimento a outros profissionais.

    saiba mais

    Resultados

    Conheça alguns resultados do Dr. Crisóstomo e de sua equipe

    Imprensa/Notícias

    Depoimentos

    Recomendações Internacionais

    Sociedades Médicas e Títulos

    Sociedades Médicas

    Harvard Medical School – Surgical Leadershp Program 2018-2019

    Sociedades Médicas

    Diplomate of the American Board of Hair Restoration Surgery Título de Especialista em Cirurgia de Restauração Capilar Emitido nos Estados Unidos

    Sociedades Médicas

    Membro fundador do Comitê de Pesquisas em FUE da ISHRS

    Sociedades Médicas

    Fellow (FISHRS) Membro do comitê científico organizador dos congressos mundiais de 2015 (Chicago) e 2016 (Las Vegas)

    Sociedades Médicas

    Pós-graduado no Serviço do Prof. Ivo Pitanguy – RJ (3 Anos)

    Sociedades Médicas

    Ordem dos Médicos de Portugal

    Sociedades Médicas

    Membro Especialista e Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Monografia em Transplante Capilar

    Sociedades Médicas

    Mestre em cirurgia pela UFC Dissertação em Transplante Capilar Preceptor do Serviço de Cirurgia Plástica durante 5 anos

    Sociedades Médicas

    Associação Brasileira de Cirurgia da Restauração Capilar Desde o primeiro congresso Organizador do workshop “Controvérsias no Transplante Capilar Atual”, Fortaleza / 2016

    Sociedades Médicas

    European Society of Hair Restoration Surgery

    Como escolher

    um cirurgião de calvície com segurança

    Revistas

    Veja na íntegra
    as revistas do
    Instituto Crisóstomo 

    saiba mais
    Dr. Márcio Crisóstomo

    Locais de Atendimento

    • Fortaleza CE
    • São Paulo SP
    • Lisboa Portugal
    • Brasília DF
    • São Luís MA
    • Recife PE
    Confira datas de atendimento

    Fale Conosco

      Itens com (*) são de preenchimento obrigatório para o envio do conteúdo.

      Fale Conosco
      Pacientes

      de outras

      localidades

      clique aqui
      Dr. Márcio Crisóstomo
    • Endereço

      R. Leonardo Mota, 2429 – Dionísio Torres

      Fortaleza – CE, 60170-176

    • Telefones

      + 55 (85) 3032.2020
      + 55 (85) 99820.6252

    • Instagram

    • Facebook

    • YouTube

    • WhatsApp

    • Podcast

    • Localização

    • Telefones

      + 55 85 3032.2020 . (85) 99820.6252

    • Tratamento Acne

      A acne é uma doença extremamente comum, que leva muitos pacientes ao consultório médico em busca de alguma solução, especialmente por conta do desconforto estético. Acne é o nome dado a espinhas e cravos que surgem devido a um processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilosebáceos. É muito frequente na adolescência, mas sem deixar de ser comum também em adultos, principalmente em mulheres.

      Hormônios sexuais, que começam a ser produzidos na puberdade, são os principais responsáveis pelas alterações das características da pele, assim como pelo surgimento da acne, que também está associado à genética favorável. As lesões aparecem com mais frequência na face, mas também podem ocorrer nas costas, ombros e peito.
      Os sintomas principais são: comedões (cravos), pústulas (espinhas), nódulos e cistos (lesões inflamadas, mais profundas e que podem deixar cicatrizes).

      Alguns fatores podem levar a piora da acne como situações de estresse ou período menstrual. Certos medicamentos como corticóides, vitaminas do complexo B, exposição exagerada ao sol, e o hábito de mexer nas lesões também pioram o quadro.

      O tratamento vai variar de acordo com a gravidade e a localização, e deve ser iniciado o mais precoce possível para evitar problemas psicológicos, maior dano estético e formação de cicatrizes. Pode ser feito com medicações tópicas (aplicadas na pele) ou sistêmicas. Procedimentos como Peelings Químicos, LEDs (light emitting diode) e alguns tipos de lasers também são utilizados para controle das lesões inflamatórias e melhora das manchinhas e cicatrizes.